Blog - RickiParodi
  info@rickiparodi.com   808 919 955
  Apoio ao cliente

06-02-2020

Tira-teimas: Desmistificando o mundo das unhas

A ideia de ter unhas perfeitas por mais tempo, eliminando o desconforto de processos de manutenção mais regulares, acabam por ser factores que convencem cada vez mais utilizadoras a recorrer a estes produtos. Assim, são cada vez mais as mulheres que optam por esta técnica e que recorrem aos salões de beleza para conseguirem as unhas dos seus sonhos.

No entanto, existem ainda muitas dúvidas quanto ao que será mais benéfico, quer para a saúde quer quanto à performance de um catalisador UV comparado a um catalisador LED UV.

Neste artigo iremos desmistificar mitos muito comuns no mundo da estética de forma a que uma profissional consiga estar actualizada e informada quanto aos melhores produtos e soluções do mercado.  




Lâmpadas CFL UV e LED

As lâmpadas de secagem de unhas podem ser de dois tipos, lâmpadas CFL UV (365nm) ou lâmpadas LED UV (405nm ou 365/405nm), sendo ambas emissoras de radiação UV. As lâmpadas LED UV, em comparação com as lâmpadas CFL UV, emitem níveis inferiores de radiação UV, por períodos de tempo mais curtos, traduzindo-se numa menor exposição UV quando comparados dois equipamentos de igual potência (W) e respeito pelos tempos de secagem recomendados pelo fabricante de gel. 

Por isso na hora de escolher o catalisador é importante verificar qual a frequência de catalisação do produto (365 ou 405 nm), potência recomendada pelo fabricante do cosmético.

Seja um catalisador LED UV ou CFL UV com potência acima ao recomendado não vai trazer qualquer vantagem adicional ao profissional, apenas as desvantagens do consumo energético e desconforto causado ao cliente pelo maior nível de temperatura criado nos aparelhos de maior potência.

A vantagem inegável da tecnologia LED UV em relação à lâmpada convencional prende-se com maior durabilidade das lâmpadas, entretanto não se pode esquecer que enquanto nos catalisadores de lâmpadas convencionais tem sempre a possibilidade de as trocar, já na maioria dos aparelhos LED UV essa troca fora da garantia torna-se completamente anti económica. 

 


Aplicar verniz de gel é seguro para as unhas?

O CIR (Cosmetic Ingredient Review) garante que os produtos de gel UV são seguros para aplicações em unhas naturais. No entanto, é fulcral a atenção com o gel que utiliza, pois cada vez mais vemos inúmeras marcas a surgirem com alternativas de preços mais baixos que podem não ser certificados e irão prejudicar imenso as unhas. 

Certifique-se que está sempre perante um produto notificado no portal CPNP, Portal de Notificação de Produtos Cosméticos, onde todos os produtos de cosméticos em comercialização na EU deverão estar obrigatoriamente devidamente notificados.



Unhas de gel podem causar cancro da pele?

A verdade é que qualquer catalisador com lâmpadas CFL UV ou LED UV emitem radiação ultravioleta. Esta radiação poderá contribuir para o aparecimento do cancro da pele, no entanto, o risco é baixo e não há estudos suficientes que provem que as lâmpadas UV usadas para catalisar as unhas de gel provoquem cancro. A exposição destas lâmpadas é mínima se comparado com as lâmpadas regulares e exposição solar do dia-a-dia uma vez que os catalisadores emitem raios UVA que são bastante mais seguros que os raios UVB e os tempos de exposição são sempre bastante reduzidos.   



Contaminação de unhas com a utilização do Verniz Gel ou Gel

A possibilidade de contaminação pela utilização deste cosmético em múltiplos clientes é nula. Dada a inexistência de água na composição e ingredientes com moléculas de grandes dimensões não criam condições favoráveis à sobrevivência e propagação de colónias de bactérias ou fungos. No entanto as boas práticas recomendam a não aplicação destes produtos em clientes com vestígios de patologias, devendo ser recomendado o tratamento das mesmas e só quando perante unhas saudáveis deverá ser feita a aplicação. 



Recomendação de processos de higiene 

Estando perante uma arte que envolve a saúde publica, devidamente enquadrada na legislação, a profissional deve estar sempre dotada de equipamentos e/ou produtos de esterilização, de forma a prevenir qualquer tipo de contaminação dos seus clientes.

Dessa forma deve implementar sempre no seu espaço um conjunto de regras que garantam que todos os equipamentos se encontram devidamente esterilizados, sejam eles ferramentas de corte até a uma simples lima.

A oferta de produtos é cada vez mais alargada e de fácil acesso, pelo que não justifica jamais colocar em risco o seu cliente e o seu espaço.

Assim sendo deverá sempre por um lado esterilizar sempre o set de ferramentas a usar em cada cliente não descartando também a avaliação do cliente, a fim de verificar se o mesmo reúne condições de saúde para a execução dos trabalhos que solicita.


A PENSAR EM TI